Lendo:
Relato de caso: redução de fratura do terço distal do rádio feita com órtese 3D da Fix it

Image

Relato de caso: redução de fratura do terço distal do rádio feita com órtese 3D da Fix it

agosto 4, 2022

Médico ortopedista Dr. Ivan Vilanova licenciado unid. Guarujá-SP

Descrição do caso

Anamnese

Paciente L.L.S., sexo feminino, 6 anos de idade, sofreu uma queda de skate elétrico no dia 30/01/2022 fraturando o terço distal do rádio direito.

L.L.S. foi ao setor de emergência do SUS onde realizou a redução incruenta com uma imobilização tala áxilo-palmar gessada.

Não satisfeita com a tala, mediante desconfortos que o gesso causava, foi ao encontro do Dr. Ivan, no dia 08/02/2022 na Clínica Vilanova. Nesse primeiro contato realizou a medição do membro e finalizou o pedido da órtese personalizada Fix it.

Conduta

O tratamento escolhido foi o conservador, sendo a órtese escolhida para esse caso a AXPFix, na qual imobiliza toda a região áxilo-palmar.

Foi solicitado um novo raio-x para averiguar o posicionamento do membro, não se fazendo necessário a retirada da órtese, uma vez que o material não prejudica o resultado final do exame, como mostra na fig.2.

Relato de caso: redução de fratura do terço distal do rádio feita com órtese 3D da Fix it 1
Figura 1 – Raio-X da fratura
Relato de caso: redução de fratura do terço distal do rádio feita com órtese 3D da Fix it 2
Figura 2 – Raio-X da fratura com órtese da Fix it

Após recebimento e avaliação da imagem (fig. 1) fora constatado um discreto desvio dorsal e radial da fratura, tornando-se necessária a retirada e ajuste da órtese, agora com punho em desvio volar e ulnar. Esta nova moldagem só é possível com o uso das órteses Fix It.

Por serem feitas de termoplásticos, as órteses Fix It oferecem mais autonomia e praticidade aos profissionais, diferentemente de outros imobilizadores de fraturas

Na data de 07/03/2022 um novo exame de imagem (fig.3) foi analisado, evidenciando uma nítida melhora. Desse modo, tornou-se possível realizar a substituição, no dia 10/03/22, da órtese AXPFix por uma PunhoFix personalizada, tornando o tratamento ainda mais confortável e conferindo maior liberdade no dia-a-dia da paciente.

Relato de caso: redução de fratura do terço distal do rádio feita com órtese 3D da Fix it 3
Figura 3 – Raio-X da fratura com órtese AXPFix
Relato de caso: redução de fratura do terço distal do rádio feita com órtese 3D da Fix it 4
Figura 4 – Raio-X da fratura com órtese PunhoFix

Paciente retornou a Clínica Villanova no dia 28/03/22 para fazer a retirada da órtese, obtendo sucesso na consolidação da fratura com todo o tratamento de redução feito com as órteses da Fix it.

Discussão

Segundo Clé (2016) a fratura do rádio distal (FRD) é uma enfermidade do punho que corresponde a um sexto de todas as fraturas atendidas em salas de emergência, cujo tratamento são escolhidos através da soma das avalições que levam em consideração o mecanismo de fratura, grau de instabilidade, dentre outras avaliações como desvios redutíveis estáveis ou irredutíveis.

Por tanto o tratamento escolhido foi o conservador. Tendo como primeiro contato a órtese AXPFix, após 10 dias imobilizado com gesso, utilizando a órtese AXPFix durante 4 semanas e realizando a troca para a órtese PunhoFix utilizando-a por mais 3 semanas. Após a aplicação das órteses a paciente obteve ótimos resultados na consolidação da fratura. Conseguindo realizar suas atividades sem maiores desconfortos e tendo mais liberdade.

Clique aqui e saiba como oferecer Fix it para os seus pacientes, um tratamento com mais conforto e liberdade.
Clique aqui e saiba onde encontrar um credenciado Fix it mais próximo.

Referência

  1. Clé, Paula Guaraldo Villa, Luiz Eduardo Tasso, Rafael Inácio Barbosa, Marisa de Cássia Registro Fonseca, Valéria Meirelles Carril Elui, Frederico Balbão Roncaglia, Nilton Mazzer, and Cláudio Henrique Barbieri. “A Retrospective Study of Functionality of Patients With Distal Radius Fracture After Osteosynthesis With an LCP Volar Plate.” Acta Fisiátrica 18, no. 4 (2011).
Arrow-up