Image

Dor no punho?

agosto 21, 2019

Sabemos que em quase todas as atividades que realizamos em nosso dia a dia acabamos utilizando muito e até sobrecarregando nossas mãos. Isso ocorre por fazermos muitos movimentos repetitivos no trabalho, ao carregar demasiado peso com frequência, ou até manter uma posição prejudicial da mão sem ao menos percebermos. Assim, acaba sendo muito comum sentirmos dores na região do punho. 

Nesse post temos a intenção de informar algumas possíveis causas de dores no punho. Aqui vão algumas causas comuns:

  1. Fratura: pode ocorrer devido à uma queda ou pelo atrito constante da mão com superfícies rígidas, como ocorre com os ginastas, por exemplo.
  2. Entorse: é uma distensão excessiva, e pode ocorrer devido à quedas, ou por carregar uma carga excessiva, ou por algum esporte de contato e confronto físico, por exemplo.
  3. Tendinite: é a inflamação dos tendões
  4. Tenossinovite de De Quervain: é uma inflamação dos tendões e da cápsula que envolve o tendão do polegar. Geralmente ocorre por movimento repetitivos que envolvem a movimentação do polegar. 
  5. Síndrome do túnel do carpo: geralmente ocorre devido à movimentos repetitivos, como a utilização do computador, mas também apresenta outras causas. Nesse acometimento, ocorre a compressão de um nervo que passa pelo punho, o que pode gerar dor, formigamento, sensação de “choque” e dormência na mão.
  6. Artrite reumatóide: é uma doença inflamatória crônica que afeta a articulação (muitas vezes conhecida com “juntas”), e pode gerar dor e rigidez articular, e em estágios mais avançados até deformidades.
  7. Doença de Kienbock: é a deficiência de irrigação sanguínea para um dos ossinhos da mãos, chamado “semi-lunar”.
  8. Pulso aberto: não constitui uma doença especificamente, mas relaciona-se à alguma lesão em segmentos do punho (ossos, ligamentos, tendões) e que podem gerar dor, falta de força ou instabilidade. 
dor no punho
Você sabia que a maioria dos tratamentos conservadores envolvem a imobilização da mão e do punho com órteses? Você sabe o que é uma órtese? Confira nossas publicações anteriores e saiba tudo sobre o assunto clicando aqui.

*ressaltamos que não recomendamos o auto-diagnóstico e sim a procura por um profissional da saúde, para que todos os cuidados sejam feitos corretamente partindo de princípios técnicos. 



0 Comments

Deixe uma resposta

Relacionados

Arrow-up